Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Primeiros dias’ Category

Primeiros dias – parte 4

Ainda em busca da casa perfeita e com os dias contados, pois, a acomodação escolar iria vencer no dia seguinte.

Sugiro para as pessoas que estão vindo que pegue pelo menos no mínimo duas semanas de acomodação escolar, é melhor por que desta maneira você terá mais tempo para visitar outras casas e quem sabe achar uma casa que te surpreenda.

Bom depois do incomodo ocorrido continuamos na captura de uma casa, achamos uma casa muito boa mas não gostamos muito do preço, mas como tudo que tem que acontecer realmente acontece, achamos uma casa boa com o preço ideal para todos.

Mas o corretor exigiu um documento que comprovasse que pelo menos uma pessoa do grupo estivesse trabalhando, como um comprovante de renda.

Como estávamos a apenas cinco dias em terras irlandesas informamos ao corretor que ninguém do grupo estava trabalhando no momento, ele não gostou muito da notícia mas nos fez uma boa proposta.

Ele sugeriu que conhecemos o dono da casa, caso o dono gostasse de nós poderíamos ficar com a casa, topamos na hora. No dia seguinte voltamos para a casa e conhecemos o dono, um senhor de idade, cabelos grisalhos, super sério.

Explicamos a ele o por que estávamos na Irlanda, o nosso objetivo, quanto tempo pretendemos ficar e etc. Por sorte estávamos acompanhados por um amigo que já esta a um ano na Irlanda e tem um ótimo inglês, apesar de visitarmos outras casas sem ele, acredito que naquele momento se ele não estivesse conosco talvez o dono da casa não teria tanta confiança em nós.

Mostramos ao dono da casa todos os documentos da escola que comprova nossa matrícula, apesar dele não ter solicitado tais documentos fizemos questão de mostrar, após uma conversa de mais ou menos quinze minutos recebemos o retorno positivo.

No mesmo dia, duas horas depois nos reencontramos com o dono da casa para pagarmos o primeiro mês de aluguel.

Anúncios

Read Full Post »

Tive a leve impressão de que na Irlanda parece que o tempo corre mais rápido, quando você menos espera já são seis horas da tarde e o dia esta quase acabando. Não sei dizer se tal impressão é devido a correria para organizar as documentações, procurar casa fixa e emprego ou estudar.

Nas primeiras semanas são tantas coisas que temos que fazer que as vezes não sabemos o que fazer primeiro. Minha primeira preocupação além de organizar a documentação para o visto de um ano foi também arrumar uma acomodação fixa. Por sorte conheci uma galerinha muito gente boa, nos juntamos e começamos a ir atrás de casa ou apartamento para alugar.

Resolvemos fazer diferente da maioria dos estudantes novatos, a grande maioria procura casa ou apartamento que já tenham pessoas morando mas que tenha uma ou duas vagas para alugar, nós resolvemos começar do zero, pegar uma casa vazia (sem ninguém morando).

Visitamos várias casas e apartamentos, analisamos tudo, localidade, distância entre a escola e o centro, vizinhança e etc.

Gostamos muito de uma casa que fica em cima de um mercado popular na região, marcamos a visita com um funcionário da imobiliária, o funcionário era Irish, conseguimos nos comunicar no famoso “embromashion”, algumas palavras nós conseguíamos trocar o resto foi na base da mímica.

O fato de não sermos fluentes na língua não nos impediu de procurarmos casa por nossa conta, claro que algumas vezes conseguimos a ajuda de uma grande amigo que possui um bom inglês, mas nem sempre nosso amigo poderia estar presente, mas mesmo assim não deixávamos de  comparecer.

Enfim, adoramos a casa que ficava em cima do apartamento, as 13:00 horas fechamos verbalmente com o funcionário da imobiliária, e para formalizar o fechamento ele pediu para nós passarmos em seu escritório as 15:00 horas para assinar o contrato.

Beleza, saímos felizes, finalmente um lugar para morar, porém chegando ao escritório da imobiliária as 15:oo horas  recebemos a desagradável notícia de que o apartamento foi alugado a outra pessoa.

Não tivemos reação no momento, foi um choque, porém, isso faz parte do intercâmbio, muitas e muitas coisas podem acontecer, da mesma forma que algumas podem nos chocar outras podem nos emocionar.

Porém, de jeito nenhum perdemos as esperanças, continuamos em busca de uma nova acomodação fixa, mas essa parte da novela deixarei para o próximo capítulo.

O intercâmbio também nos ensina a controlarmos as nossas emoções e enfrentas novos desafios, esse foi o aprendizado deste dia.

Links – Para saber um pouco mais sobre:

Como alugar uma casa:

http://www.vidanairlanda.com/2010/05/se-virando-em-dublin-como-alugar-casa.html

Read Full Post »

Primeiros dias – parte 2

the carPrimeiros dias, tudo novo, escola, acomodação, pessoas e lugares.

O primeiro desafio, além de se adaptar é fazer a primeira compra e arrumar uma casa fixa, pois, comprei uma semana em casa estudantil.

No mercado ao fazer compras, muita atenção, nem tudo parece ser o que é, você pode comprar um pote de manteiga e quando chega em casa descobre que é um creme picante, que foi exatamente o que aconteceu comigo, mas até que eu gostei do creme e ainda compro dele até hoje.

Aqui não tem nenhum supermercado igual aos tradicionais que estamos acostumados, tem alguns mercados que são muito conhecido pelos brazucas devido ao preço baixo e boa qualidade, os mais comentados e conhecidos são Tesco e Lidl.

Bom, na primeira semana procurei andar um pouco ao redor do bairro onde era a acomodação para me familiarizar um pouco com o lugar e poder me localizar melhor, algumas coisas eu já tinha conhecimento por que usei muito a ferramenta do Google (Google Street View) nas minhas últimas duas semanas no Brasil.

Fui para o centro tirar o PPS e conhecer um pouco do centro.

Links – Para saber um pouco mais sobre:

PPS:

http://www.citizensinformation.ie/en/social_welfare/irish_social_welfare_system/personal_public_service_number.html

Google street view:

http://maps.google.com/intl/pt-PT/help/maps/streetview/

Read Full Post »

Primeiros dias – parte 1


Chegando no aeroporto de Guarulhos conheci um Austríaco que por sorte minha falava português por causa do seu pai que é brasileiro, ele me passou algumas informações sobre os procedimentos na imigração e os comportamentos dos europeus, ele estava indo para Munique na Alemanha a trabalho, mas já conhece boa parte da Europa e me ajudou pra caramba.

Peguei onze horas de voo para Amsterdã, do meu lado tinha um casal de alemães que falavam uns negócios que eu não entendia nada. Aí eu fui inventar de treinar meu inglês horrível com a aeromoça, ela passou com o carrinho e perguntou o que eu queria, eu pedi uma coca e ela entendeu café rsrsrrs….Tentei dormir durante o voo mas só consegui cochilar uns 30 min., pra matar o tempo assisti uns três filmes e vi alguns seriados. Chegando em Amsterdã eu tinha uns 20 min. pra pegar o outro voo para Dublin, e o Austríaco me ajudou a achar o portão certo, cheguei no portão faltando uns três minutos para embarcar, mas consegui pegar o voo tranqüilo. No voo conheci uma brasileira de Curitiba que sentou do meu lado, ela mora a um ano em Dublin e ficou uma semana no Brasil para visitar a família e estava voltando. Ela me deu várias dicas também, para procurar emprego, compras, vistos, viagens na Europa e etc. Saindo do avião conheci mais quatro brasileiros de Tocantins e Sergipe. Chegando no aeroporto fui passar na imigração, aí eu fiquei com um puta medo, entreguei meus documentos, cumprimentei o atendente, ele olhou meus documentos por uns 40 segundos, pediu para tirar a foto e carimbou meu passaporte com três meses de visto, fiquei aliviado pra caramba. Na porta de saída do aeroporto conheci um taxista brasileiro que juntou mais três estudantes também brasileiros e nos levou para as acomodações, chegando na minha acomodação descobrimos que a escola tinha mudado o endereço, por sorte o novo endereço era mais perto da escola. Chegando no novo endereço conheci os brazucas que estavam na acomodação, todos muito gente boa, me deram várias dicas e etc…..Fui na escola conhecer o ambiente e o pessoal. Bom no primeiro dia foi isso. Tudo novo e muita informação pra receber. Chegando aqui sugiro fazer muita amizade com o pessoal, você consegue muita informação importante.

Read Full Post »